O que é o Ceratocone?

O Ceratocone é a ectasia primária mais comum da córnea, que causa deformação progressiva da sua anatomia, deixando-a em formato de cone. Esta alteração causa miopia e astigmatismo irregular, o que leva a distorção da visão e diminui a eficiência das lentes de óculos. Apesar do ceratocone poder levar a uma acentuada perda de visão, raramente leva a cegueira.

Você conhece alguém ou está com a visão borrada, embaçada e distorcida tanto na visão de perto quanto na visão de longe? Se sim, procure um médico oftalmologista! Estes sintomas, diplopia (visão dupla), halos em torno das luzes, fotofobia (sensibilidade excessiva à luz) e coceira excessiva podem ser sintomas do Ceratocone, que é muito mais comum do que se imagina.

No Ceratocone ocorre a perda da rigidez do colágeno corneano, o que permite que a área central ou paracentral assuma forma cônica (do grego: “kerato” significa córnea e “conus” forma cônica). Assim a córnea torna-se progressivamente mais fina e irregular, resultando na distorção das imagens. Essa irregularidade, na maioria dos casos, causa baixa visual não recuperável com óculos, isto é, mesmo com um bom exame de refração a acuidade visual não é boa.

View Video

View Video

Muitos casos de Ceratocone são diagnosticados como Astigmatismo irregular (distorção da imagem causada pela alteração da curvatura normal da córnea) ou Miopia.

Ceratocone é uma doença ocular que preocupa muitos pacientes, necessitando de diagnóstico precoce para interromper sua progressão e permitir um tratamento bem-sucedido. Estima-se que a doença atinja uma em cada 20 mil pessoas no Brasil e faz com que a córnea adquira formato cônico e irregular, resultando em visão distorcida.

View Video

View Video

View Video

Em mais de 90% dos casos o Ceratocone acomete os dois olhos, entretanto, um dos olhos geralmente é mais afetado que o outro, e geralmente a doença é progressiva. Afeta em torno de 1 para cada 2000 pessoas, e geralmente inicia-se na infância para adolescência e pode progredir até 40 anos de idade. A progressão normalmente é lenta, mas pode haver períodos de tempo em que a piora é rápida, por isso é importante o diagnostico precoce e o acompanhamento por um médico oftalmologista especialista em córnea.

As causas específicas do Ceratocone ainda não são bem conhecidas, mas a origem mais provável é a genética. Apesar disto, somente 20% das pessoas com ceratocone tem algum familiar com a doença. Nos casos que não existem casos na família, a probabilidade de os filhos terem Ceratocone é menor que 15%. Os pacientes que apresentam predisposição e tem o hábito de coçar os olhos, geralmente vão ter uma doença mais precoce e mais avançada. O ato de coçar os olhos altera a composição das enzimas na córnea, o que reduzem ainda mais sua resistência e piora a doença.

Dr. Gustavo Bonfadini, explica que muitos pacientes assustam-se com o diagnóstico de Ceratocone, e ao contrário do que se pensa, o Ceratocone é uma doença que pode ser controlável, e pode ser bem manuseada em suas diversas fases. As pessoas que possuem Ceratocone não precisam ficar apreensivas, pois geralmente são obtidos bons resultados com os vários tipos de abordagens.

View Video

O Ceratocone tem pior prognóstico quando se instala muito cedo, com grande possibilidade de acabar necessitando de um transplante de córnea no futuro. Importante lembrar que o Ceratocone aparece, geralmente, na adolescência, etapa importante na formação física, intelectual e psíquica de uma pessoa, e quanto mais cedo ocorre o piora da visão desta pessoa com Ceratocone, maior parece ser a repercussão na redução de sua qualidade de vida. A reabilitação da visão é o objetivo principal no tratamento de uma pessoa com Ceratocone.

 

Há alguns anos o tratamento do Ceratocone se baseava no uso de óculos ou lentes de contato e quando estes métodos não mais ajudavam o paciente a enxergar bem, era indicado o Transplante de Córnea como a única solução possível.

Felizmente com a possibilidade do “Cross-Link” do colágeno de córnea e do implante de Anéis Intra-corneanos (Anel de Ferrara ®, Kerarings ® ou Intacs ®), já é possível recuperar estes pacientes ainda nas fases iniciais, postergando ou eliminando a necessidade do Transplante de Córnea.

Sintomas que podem estar presente no Ceratocone: No início da doença geralmente a pessoa apresenta desconforto visual, dor de cabeça, fotofobia, diminuição da visão e troca frequente das lentes dos óculos. Nas fases mais avançadas a correção visual com óculos já não resolve e as lentes de contato passam a ser a opção para correção da visão.

Se você possui algum destes sintomas o médico oftalmologista deve solicitar o exame de imagem Topografia de córnea, que irá fornecer informações adicionais, ajudando em um diagnóstico mais preciso.

Feito o diagnóstico inicial de Ceratocone, caso o estágio não seja tão avançado, o paciente poderá usar óculos. Caso haja piora da doença, num segundo momento, quando os óculos já não corrigem suficientemente, passa-se para o uso de lentes de contato rígidas.

Como prevenir o Ceratocone?

Infelizmente, não há um modo de prevenir o surgimento do Ceratocone. Existe associação com fatores hereditários e genéticos, porém ainda não há testes genéticos para diagnóstico da doença. A progressão da doença está relacionada ao trauma contínuo de coçar os olhos, sendo o fator de risco mais bem definido para o aparecimento ou agravamento do Ceratocone. O diagnóstico em fases precoces da doença ou a identificação de pessoas com maior predisposição é importante para direcionar a orientação para não coçar os olhos e tratar a alergia ocular e Olho Seco.

Que doenças sistêmicas podem estar associadas com o Ceratocone?

A presença de várias doenças atópicas (Alergias) tais como Dermatite, Eczema, Rinite, Sinusite, Asma Brônquica e Alergia Ocular, são mais prevalentes em pacientes com Ceratocone do que em pessoas sem Ceratocone. Nesses pacientes encontramos níveis séricos elevados de IgE (Imunoglobulina E).

View Video

View Video

Pacientes com alergia muitas vezes possuem muita coceira nos olhos, e quando possuem Ceratocone e não são tratados adequadamente da alergia e nem orientados sobre o risco de coçar muito os olhos, estes pacientes podem ter uma piora da visão decorrente do ato constante de coçar os olhos.

Fatores externos (meio ambiente, existência de maior ou menor suporte familiar etc.) e individuais (hereditário, existência de alergia ocular e outras patologias etc.) também podem contribuir substancialmente para formação ou alteração da piora de ser, agir e reagir de uma pessoa com Ceratocone.

Por que você deve procurar por um médico oftalmologista especialista em córnea e com experiência no tratamento do Ceratocone?

Infelizmente, é comum postergar os cuidados com a saúde. Isso é um risco! Problemas que não são devidamente tratados podem evoluir para quadros mais graves e de difícil tratamento, por isso é sempre importante procurar o acompanhamento médico adequado.

Com a saúde dos olhos não é diferente. Para encontrar um médico oftalmologista experiente busque referências, pesquise, veja as avaliações de outros pacientes, observe o currículo e a subespecialidade do profissional.

Dr. Gustavo Bonfadini, relata que freqüentemente observa no consultório uma melhora na personalidade de pacientes que, após tratamento, conseguiram recuperar parte de sua capacidade visual e, em conseqüência, recuperaram a esperança em ter uma melhor qualidade de vida.

Saiba mais sobre: Transplante de Córnea

Saiba mais sobre: Tratamento do Ceratocone

Saiba mais sobre: Anel intra-corneano em Ceratocone

Saiba mais sobre: Cross-link de córnea CXL

Agende sua consulta.

DEPOIMENTOS: 

Depoimento de paciente submetido a transplante de córnea: Cilber Santos recomenda Dr.Gustavo Bonfadini: “Profissional com nível de excelência profissional máximo. Responsável direto por hoje eu estar aqui digitando estas palavras. Sou um bi transplantado de córneas que obteve sucesso total nos resultados pós transplantes. Dr.Gustavo Bonfadini agradecimento total por toda minha existência. Além de todo respaldo profissional, existe nele um ser humano fantástico e singular nos dias de hoje. Forte abraço meu amigo e que Deus o guie e guarde sempre.”

Veja reportagem mostrando a experiência de superação do Sr.Cilber Santos:

 

Sonia Malta 

– Quero registrar o meu profundo agradecimento para o Dr. Gustavo, primeiro por não estar cega e depois por toda atenção, assistência e total profissionalismo, fui a vários, mas ele faz o diferencial!! Muito obrigada por tudo!!!”

Rosa Maria

– Quero deixar meu agradecimento e profunda admiração pelo Dr. Gustavo e toda sua equipe. Além de profissionais altamente competentes e gabaritados são seres humanos incríveis. Minha mãe chegou ao seu consultório com a córnea em péssimo estado, e com o atendimento tão atencioso e minucioso dele, ficamos confiantes no transplante de córnea. Ela se submeteu ao transplante e em poucos dias a melhora já é visível. Que trabalho maravilhoso! Obrigada Dr. Gustavo por ser um profissional exemplar e humano, o que fez toda a diferença na autoestima dela. Que Deus o recompense!”

Andrea Alves

– Dr.Gustavo Bonfadini excelente médico atencioso obrigada por tudo no meu transplante de córnea.”

Rosa Maria Cruz

– Parabenizo o Dr. Gustavo Bonfadini pelo profissionalismo e competência na situação que vivenciei.

Em todos os momentos demonstrou uma capacidade extrema e muita confiança, conseguindo um êxito total. Obrigada por tudo! Que Deus o abençoe sempre!”

Aglaé Dias

– Dr.Gustavo, parabéns por sua competência e amor ao próximo, requisitos esses que são fundamentais em qualquer profissão. Sua equipe também está de parabéns. Deus e Santa Luzia continuem abençoando sua caminhada.”

Visite a página no Instagram Dr.Gustavo Bonfadini: https://www.instagram.com/gustavobonfadini/

Visite a página no Facebook Dr.Gustavo Bonfadini: https://www.facebook.com/pages/category/Doctor/DrGustavo-Bonfadini-358660714622734/

COMPARTILHE o vídeo e ajude outras pessoas com estas informações!

Lembre-se: Este artigo visa informar o público e não substitui avaliação por médico oftalmologista, que é o único profissional capacitado para realizar o diagnóstico preciso e indicar o tratamento mais adequado para cada caso. Portanto, não pratique a auto-medicação e procure sempre o seu médico