As últimas semanas estão sendo marcadas por uma preocupação mundial: O Coronavírus COVID-19.

O médico oftalmologista Dr.Gustavo Bonfadini (link para currículo de Dr.Gustavo Bonfadini) orienta sobre cuidados com a visão durante o isolamento social da Pandemia do Coronavírus (COVID-19) em entrevista.

1) O que é Coronavírus COVID-19 ?

É um vírus, que causa infecções respiratórias em humanos, os Corona vírus são uma grande família de vírus que causam doenças em animais e humanos. Especificamente, o COVID-19, descoberto recentemente na China tem se espalhado pelo mundo inteiro causando uma pandemia e a prevenção depende exclusivamente de nós mesmos!

2) Como posso me prevenir para não pegar o Coronavírus (COVID-19)?

Os métodos preventivos são:

– Lave bem as mãos com frequência com água e sabão por cerca de 20 segundos. Se por a caso não tenha onde fazê-lo, use álcool 70% em gel;

– Se possível use máscaras de proteção individual;

– Ao tossir ou espirrar, cubra o nariz e a boca de preferência usando lenço descartável. Na ausência de lenço, prefira usar a região interna do cotovelo para abafar a tosse/espirro do que as mãos;

– Evite tocar seu rosto, especialmente olhos, nariz e boca, sem ter higienizado as mãos, pois essa é uma das formas do vírus penetrar no organismo;

– Evite contato com pessoas que apresentem sintomas de infecções respiratórias, pois podem estar infectadas com Coronavírus covid-19 sem saber;

– Evite aglomerações ou ambientes fechados, pois a chance de haver pessoas infectadas aumenta muito e a transmissão do vírus é facilitada pela proximidade;

– Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, copos ou garrafas, pois eles podem estar contaminados com o vírus;

– Mantenha os ambientes bem ventilados, pois isso diminui o risco de transmissão.

– Fique atento aos principais sintomas!

• Febre
• Tosse
• Dificuldade para respirar

Caso apresente algum desses sintomas, procure orientação médica imediatamente.

3) Novos sintomas estão associados com infecção por Coronavírus (COVID-19): Recentemente a Academia Americana de Oftalmologia (AAO) emitiu um alerta para profissionais de saúde sobre a possibilidade de associação com uma Conjuntivite Viral e infecção por Corona vírus (COVID-19).

A Conjuntivite Viral pode estar entre os sintomas da infecção por Coronavírus (COVID-19). A Conjuntivite causada pelo novo Coronavírus seria como qualquer outra e, por isso, pode passar despercebida com um dos sintomas da doença. Porém parece ser um sintoma incomum nos pacientes infectados com Coronavírus COVID-19.

A Conjuntivite Viral é uma inflamação da membrana externa do globo ocular e no interior das pálpebras. Além de deixar os olhos vermelhos, também provoca coceira, ardência e lacrimejamento dos olhos.

O olho pode ser um meio de entrada para o novo Coronavírus (COVID 19) no corpo, assim como o nariz e a boca, que são tocados pelas pessoas constantemente. Devido a isso, por exemplo, os oftalmologistas estão alertando que as pessoas que usam lente de contato passem a usar óculos durante este período para evitar o contato das mãos com os olhos.

Embora este alerta seja apenas para informar os médicos e população, o mesmo comunicado garante que a conjuntivite pode ser considerada como um sintoma raro em comparação com os mais frequentes e anteriormente divulgados. Mas é importante tomar os cuidados recomendados pelos especialistas com relação à prevenção de infecção do novo Corona vírus (COVID-19), não deixando de lavar sempre as mãos com água e sabão e/ou álcool gel todas as vezes em que se fizerem necessário.

Dr. Gustavo Bonfadini orienta sobre cuidados com em casos de Conjuntivite independente da origem.

Visite a página no Instagram Dr.Gustavo Bonfadini: https://www.instagram.com/gustavobonfadini/

Visite a página no Facebook Dr.Gustavo Bonfadini: https://www.facebook.com/pages/category/Doctor/DrGustavo-Bonfadini-358660714622734/

COMPARTILHE o vídeo e ajude outras pessoas com estas informações!

Lembre-se: Este texto tem como objetivo informar o público e não substitui avaliação por médico oftalmologista, que é o único profissional capacitado para realizar o diagnóstico preciso e indicar o tratamento mais adequado para cada caso do problema nos olhos. Portanto, evite a auto-medicação e procure sempre o seu médico.

Autor: Dr. Gustavo Bonfadini

Leia também: Distrofia de Córnea – Fuchs; Ceratocone; Olho Seco;